Menu >> Início | Quem somos | Catálogo | Comprar | Download de textos | Notícias | Contato

Título: Ribla 63.
Título: Por um mundo sem muros. Bíblia e Migração
Assunto: Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana
Autores: Equipe Coordenadora: Ribla Brasil
Formato: 16x23
Número de páginas: 128
Editora: Nhanduti Editora 2014
ISSN: 16763394
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil
Ribla 62 + Ribla 67: R$ 84,00
Ribla 62 + Ribla 63 + Ribla 67: R$ 126,00
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil
Ribla 62 + Ribla 63: R$ 87,00
Ribla 63 + Ribla 67: R$ 87,00
Olhe para dentro do livro

RIBLA 63: Por um mundo sem muros. Bíblia e Migração

Português | Español | English
R$ 47,00

Cláudio Carvalhaes
Um mundo sem muros
Resumo: O muro recentemente construído que separa os Estados Unidos do México evidencia a dramática situação mundial que vivemos hoje: a concentração de riquezas em algumas partes do mundo obriga milhões de pessoas à migração em busca de formas de sobrevivência; a crescente exclusão econômica culpa os pobres pelo desequilíbrio do capital e pelos problemas sociais e econômicos dos países ricos; o descuido dos Direitos Humanos; o desajuste de centenas de comunidades locais; a exploração de mulheres e crianças e a morte de milhares de pessoas. Como ler a Bíblia a partir das realidades mundiais dessas pessoas, abandonadas entre o direito de ir e vir, e os muros do medo, do ódio e da xenofobia, entre a impossibilidade de se mover e o movimento que a vida ensina e, às vezes, até mesmo exige? Como a Bíblia pode nos mobilizar num movimento de luta comunitária? Como ler a Bíblia na sombra desses muros e criar hermenêuticas alternativas à criminalização? O que devemos recordar para criar uma resistência e melhores formas de convivência, num mundo que cria e vive as divisões de classes e levanta muros para mantê-las? Estes são alguns dos desafios para este número da RIBLA.

Sandro Gallazzi
Meu pai foi um arameu migrante
Resumo
Migração é coisa de pobres. Rico faz expedições, expansões, turismo. Na Amazônia, os grandes projetos, de interesse dos poderosos, são os chamarizes de massas de pobres desempregados, cuja migração garante o sucesso e o enriquecimento dos grandes. Este trabalho é organizado em três partes: aspectos da realidade da migração na Amazônia e no mundo; memórias bíblicas de um povo de migrantes; o mito da torre de Babel como chave de leitura da migração. 

Grupo de Pesquisa Bíblica
A fome que leva à migração
Resumo: Análise do texto de Gênesis 41,53 a 42,5 como lugar específico da narrativa bíblica que apresenta as condições de vida e as opções das famílias de Canaã marcadas pela fome e um primeiro movimento de busca de alternativas que vai se expressar num processo migratório. A pesquisa se dedicará a entender o âmbito da fome e as relações de produção e distribuição da agricultura e a importância do trânsito de pessoas e da agricultura como motivo de compreensão do êxodo. Este relato é importante como explicação para a ida dos filhos de Jacó, entre outras famílias, para o Egito, apontando a fome e a centralização dos cereais como pano de fundo para o relato do Livro do Êxodo, experiência vital para toda memória dos povos da Bíblia.

Lília Dias Marianno
A lei e os “fora-da-lei”. Os encontros e desencontros entre lei e migrantes no Antigo Israel
Resumo: Este artigo estabelece a distinção do conceito de estrangeiro na Bíblia Hebraica e demonstra como o Código Deuteronômico (Deuteronômio 12 – 26), documento base da reforma do rei Josias, trata a questão. Mostra com quais tipos de estrangeiro a lei determina acolhida ou repúdio.

Maricel Mena López
Violência sexual e deslocamente forçado à luz do Livro de Juízes
Resumo: Este artigo tem como base o drama migratório colombiano chamado de “deslocamento forçado” e, mais especificamente, a situação das mulheres e das meninas vítimas de violência sexual nos contextos de guerra. Mais do que constatar esta dura realidade e ressaltar somente o papel de vítimas das mulheres, este artigo propõe, a partir do estudo das mulheres do Livro dos Juízes, indagar sobre suas estratégias de sobrevivência em um contexto de guerra, violência sexual e, posteriormente, deslocamento forçado.

Maria Antônia Marques
Os caminhos da sobrevivência. Uma leitura do Livro de Rute
Resumo: A proposta deste ensaio é ler a história de Rute com especial atenção ao movimento de migração presente no texto. Acompanharemos a trajetória de mulheres e seus esforços para sobreviverem em terra estranha. Apoiadas em leis tradicionais do povo de Israel, embora permanecendo no âmbito patriarcal, as mulheres encontram formas de manter e garantir a continuidade da vida. A história de Rute continua atual e instiga mulheres e homens a buscarem alternativas para suas andanças de hoje.

Nancy Cardoso Pereira
À sombra do meu telhado. Acolhida, espiritualidade e pastoral
Resumo: Nas culturas mediterrâneas e médio-orientais em geral, a hospitalidade é uma característica cultural importante. A hospitalidade funciona como mecanismo de reciprocidade fundamental nas trocas das atividades econômicas, da política, da religião e das relações sociais. Nas memórias bíblicas, estas situações de mobilidade humana e acolhimento estão sempre marcadas por situações de risco e de conflito. Apresento aqui cinco exercícios de acolhida e espiritualidade à luz de reflexões da Pastoral do Migrante e seus desafios pastorais.

Daniel G. Groody
O Deus da fronteira. Uma teologia da migração e o caminho humano
Resumo: Neste artigo, eu gostaria de examinar a migração à luz da encarnação, missão e discipulado. Além de explorarmos uma abordagem teológica, a migração pode nos dar uma nova forma de entender esta questão complexa e controversa. Meu argumento é que o/a verdadeiro/a estrangeiro/a não é aquele/a que não tem documentos oficiais, mas aqueles/as que se desconectaram tanto das pessoas em necessidade que falham em ver no/a imigrante não apenas o reflexo de Cristo mas também uma imagem de si mesmos/as. Migração de fato não é apenas uma questão social, política e econômica, mas uma forma profunda de pensar sobre quem nós somos diante de Deus e o que significa ser humano no mundo.

Michael Ramminger
Fuga, Migração e Direitos Sociais Globais
Resumo: A Migração especialmente da África, mas também da América Latina e da Ásia se tornou um dos problemas mais urgentes dentro da Europa. Milhares de migrantes morreram ainda no interior das fronteiras da Grécia, Itália e Espanha. Mas também a situação deles dentro dos países europeus se torna mais e mais precária e difícil: viver sem documentos de identificação ou quaisquer outros documentos, sem permissão de trabalho, significa que estão vivendo mais ou menos invisíveis. Esta situação torna-se mais e mais uma questão que exige a confissão de cristãos. Grupos cristãos envolvidos em solidariedade com os imigrantes estão buscando argumentos bíblicos e teológicos contra esta desumanidade. Este artigo tenta explicar a situação dos imigrantes na Europa e procura motivação bíblica e argumentos políticos contra o comportamento bárbaro da sociedade a partir da perspectiva cristã dos movimentos de base, especialmente na Alemanha.

Sandra Nancy Mansilla
Para além de toda fronteira. Uma aproximação exegética e hermenêutica em contextos de migração
Resumo: O atual fenômeno de migração, desencadeado em grandes proporções na era da globalização neoliberal particularmente na América Latina e no Caribe, desafia os estudos de gênero à abordagem a partir de diversas perspectivas. Este trabalho propõe uma reflexão hermenêutica surgida do diálogo de vida entre as mulheres migrantes e as tradições bíblicas concernentes à construção da identidade de fé em pessoas em situação de mobilidade.