Menu >> Início | Quem somos | Catálogo | Comprar | Download de textos | Notícias | Contato

Título: Práctica y semántica en la evangelización de los
Asnto: Guaraníes del Paraguay (s. XVI-XVII)
Título: Prática e semántica na evangelização dos
Asnto: Guarani do Paraguai (s. XVI-XVII)
Assunto: Missões jesuíticas e franciscanas
Autor: Angélica Otazú Melgarejo
Formato: 16x22
Número de páginas: 289
Editora: CEPAG 2006
ISBN: 9789992589574
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil

Título: Prefácio

Título: A "Conquista espiritual" dos Guarani, como não poderia ser de outra forma, teria que ser duradoura e profunda, uma conquista pela língua e da língua. Qualquer projeto colonial, cedo ou tarde, chega a intervir na língua. Mas como se realiza, particular e especificamente, tal intervenção? Línguas e palavras da língua têm história e nações são o produto da história das suas línguas e das suas palavras, das destruições e substituições que estão se dando nelas, das transformações e das criações que nelas e por elas têm se operado e negociado.
Título: Qual foi a prática linguística dos missionários no seu trabalho de evangelização? Mas, ao mesmo tempo, como participaram nele os próprios índios, em um processo não apenas de conversão, mas de criação autêntica? A autora analisou os textos em língua guarani que surgiram a partir do final do século XVII, que floresceram ao longo do século XVII e que no século XVIII já eram clássicos. O Catecismo de Fray Luis Bolaños e o Catecismo do padre Ruiz de Montoya são as fontes que fornecem os principais materiais de exame.
Título: Aparentemente, os missionários queriam apenas traduzir a si mesmos e traduzir a mensagem que traziam nas entranhas apaixonadas e em seus lábios fervorosos. Mas a tradução – a arte da tradução – não é apenas um ato de vontade, nem uma intenção teórica, mas uma prática tenaz e continuada. Para traduzir, empregaram as equivalências usuais entre as línguas, mas muitas vezes tiveram que superar a perplexidade e criar novos significados para palavras já conhecidas. Tupã como o Deus cristão é um dos neologismos mais ousados. Mas, às vezes, tinham que se entregar àquilo que era absolutamente novo e aceitar a introdução de barbarismos hispânicos. O Catecismo de Bolaños continha mais de vinte desses hispanismos.
Título: A grande virtude de muitos missionários é que não eram apenas teólogos e catequistas, mas bons linguistas, o que é confirmado pelas numerosas e boas obras de gramática e lexicografia. O padre Antonio Ruiz de Montoya, por exemplo, antes do Catecismo (1640), já havia publicado Arte de la lengua guaraní, um Vocabulario e um Tesoro, o qual não diminui a qualidade e o tamanho do Tesoro da língua castelhana ou espanhola de Santiago de Cavarrubias (1611). Mas o envolvimento dos indígenas na tradução sempre foi uma constante e uma garantia de propriedade e autenticidade no uso dos vocábulos.
Título: No campo da linguística histórica, em que há tão poucos estudos, esta pesquisa abre perspectivas não somente para recuperar a memória da língua guarani, nos passos difíceis que tinha que fazer e a superação desses obstáculos, mas significa também uma contribuição crucial para analisar teórica e praticamente a transformação criativa de uma língua em contato com outra forma de vida que não destrói ou substitui a anterior, mas a encaminha para novas formas de falar que, ao final, irão se tornar uma língua nova. É um aspecto da modernidade na qual estamos imersos hoje e que não podemos negligenciar.

Título: Bartomeu Melià

Título: Sumário
Título:
Prólogo
Introducción

Capitulo 1 Entrada de los primeros misioneros en Paraguay
Títu1. El encuentro con los Guaraníes
Títu1. 1. La resistencia indígena
Títu1. 2. La historia e interferencia del Chamán Overá
Títu2. Brevísima historia de la misíon en el Paraguay
Títu2.1. La primera evangelización
Títu2.2. La trascendencia de la actuación de los franciscanos y jesuitas
Títu2.2.1. Franciscanos
Títu2.2.2. Jesuitas

Capitulo 2 Traducción y traducciones en la lengua guaraní
Títu1. Primera evangelización e intérpretes
Títu1.1. De la necesidad de un texto en guaraní
Títu1.2. Metodos empleados para la enseñanza de la Doctrina Cristiana
Títu1.3. La catequesis y los niños
Títu2. Hacia la creación del vocabulario teológico en guaraní
Títu2.1. Tupí-Guaraní
Títu2.2. La similitud y las diferencias entre las lenguas tupí y guraní
Títu2.3. La atribución de la traducción del Catecismo al guaraní a Luis Bolaños
Títu2.4. Los antecedentes de la Doctrina Cristiana de fray Luis Bolaños
Títu2.4.1. La cuestión brasileña
Títu2.4.2. Tercer Concilio Provincial de Lima (1582-1583)
Títu2.5. Los Sínodos de Asunción de 1603 y 1631
Títu2.5.1. Primer Sínodo de Asunción de 1603
Títu2.5.2. Segundo Sínodo de Asunción de 1631
Títu2.6. Los textos de Bolaños ( 1607; 1655; 1724)
Títu2.7. Catecismo de Montoya (1640)
Títu2.8. La Apología de Montoya (1651)

Capitulo 3 Los problemas teóricos de la traducción y su práctica
Títu1. La traducción y sus posibilidades prácticas
Títu1.1. Definición de la traducción
Títu1.2. Problemas teóricos de la traducción
Títu1.2.1. Teorías de la traducción
Títu1.2.2. La práctica de la traducción
Títu2. Los diversos modos de traducir en guaraní
Títu2.1. La traducción por equivalencia o sinonimia
Títu2.2. Los neologismos
Títu2.3. Los hispanismos
Títu3. La transformación semántica
Títu4. Interpelación de la traducción
Títu4.1. El resultado de la traducción <<misionera>>
Títu4.2. La participación del indígena en la traducción
Títu4.3. La actitud de los misioneros
Títu4.4. El rol de los laicos "lengua o lenguaraces"
Títu5. Tabla de parentesco (Montoya)

Capitulo 4 En busca de un nuevo discurso religioso
Títu1. La estructura discursiva de los Catecismos de Bolaños y de Montoya
Títu2. Otras expresiones religiosas
Títu2.1. Paulo Restivo
Títu2.1.1. "Manuele" 1721
Títu2.1.2. Gramáticas y Vocabularios
Títu2.2. Nicolás Yapuguay
Títu2.2.1. "La explicación de el Catecismo en lengua guaraní" (1724)
Títu2.2.2. "Sermones y exemplos en lengua guaraní" (1727)
Títu2.2.3. Sermon sobre la Resurrección
Títu2.3. Catecismos varios
Títu2.4. Ara poru aguyjeiháva: el uso perfecto del tiempo (1759)

Capitulo 5 Del Jeroky Ñembo'e (danza ritual) a la doctrina recitada
A modo de conclusión
Bibliografía
Glosario
Anexo

Angélica Otazú Melgarejo

Práctica y semántica en la evangelización de los Guaraníes del Paraguay (s. XVI-XVII)

Português | Español | English | Polski | Deutsch
R$ 118,00