Menu >> Início | Quem somos | Catálogo | Comprar | Download de textos | Notícias | Contato

Título: Unas fotografías para dar a conocer al mundo
Título: la civilización de la república guaraya
Assunto: Estudos etnológicos, povos ameríndios,
Assunto: missões franciscanas
Compilador: Pilar García Jordán
Formato: 17x24
Número de páginas: 358
Editora: Consejo Superior de Investigaciones Científicas,
Editora: Madrid 2009
ISBN: 9788400087593
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil

Títul o: Introdução

Títul o: Esta obra realiza um sonho que acariciei desde que tive a sorte de encontrar as primeiras fotografias feitas das missões franciscanas entre os Guarayo no Arquivo do Colégio Franciscano de San José Tarata. Na época já estava pesquisando há cinco anos as funções cumpridas pelas missões franciscanas na Bolívia e procurando compreender o projeto teórico e a prática implementada pelos franciscanos para a conquista e redução dos Guarayo.
Títul o: Para poder “ler” e interrogar adequadamente as fotografias aqui reunidas, esta obra é estruturada em duas partes. O objetivo da primeira parte é a reconstrução da história da conquista e redução dos Guarayo entre 1790, década em que se dão os primeiros contatos, e 1939, ano em que as missões foram secularizadas. Para isto, aborda-se no primeiro capítulo, “Os Guarayo, um grupo étnico-cultural dos Orientes bolivianos”, a percepção que os contemporâneos tiveram do grupo assentado nas margens dos rios San Miguel-Sapocós, um dos cinco grupos de língua Guarani atualmente existentes na Bolívia e hoje residentes, em sua grande maioria, nos municípios de Ascensión de Guarayos e Urubichá. As principais fontes do relato histórico e etnográfico sobre os Guarayo procedem das notícias redigidas pelos franciscanos José Cors e Manuel Viudez, que chegaram à região no final de 1840 com o objetivo de reduzir os reticentes Guarayo. Por isto, depois de refletir numa primeira parte sobre as breves notas “cientificistas” deixadas pelo naturalista francês Alcide d’Orbigny – que passou algumas semanas na região, observou a prática cotidiana seguida nos povoados e escutou do missionário Francisco Lacueva e de diversos informantes Guarayo notícias sobre a história e vida do grupo – aboradarei as descrições e considerações feitas por Pe. José Cors.
Títul o: Depois de conhecer alguns dos elementos mais significativos da história e prática social dos Guarayo, o objetivo do segundo capítulo é destacar as características fundamentais da política desenvolvida pelo Estado boliviano em relação a suas partes orientais desde a independência e até o fim da década dos anos 1930. Além disso, abordar o papel que os governos bolivianos adjudicaram às missões franciscanas como instrumento para a conquista e ocupação de suas fronteiras, territórios desconhecidos ocupados por populações indígenas não submetidas e, segundo a linguagem da época, bárbaras ou selvagens.
Títul o: Somente depois estaremos em condições de analisar, no terceiro capítulo, os marcos mais significativos na história destas missões que se desenvolveu em duas grandes etapas. A primeira ou fundacional, entre 1790 e 1880, quando foram fundados quatro povoados missionais de neófitos Guarayo, conhecidos hoje como Ascensión, Urubichá, Yaguarú e Yotaú. A segunda, entre 1880 e 1939, viu a consolidação do projeto missionário franciscano.
Títul o: A reconstrução da história dos Guarayo oferecida na primeira parte deverá nos permitir a ler e questionar o conjunto de quase 250 fotografias. As representações que as imagens recolhem da realidade Guaraya estão organizadas em quatro séries, a primeira das quais é feita em 1898 com o objetivo de apresentar os ironicamente chamados “civilizados”. A segunda série é constituída pelas fotografias tomadas em 1918 por ocasião da visita pastoral a Guarayos do representante do Vaticano na Bolívia. A terceira série reúne fotografias feitas em diversas datas e por diversos autores desde os meados da década de 1920. Finalmente, a quarta série é formada pelas fotografias tomadas pelo Fr. Hildeberto Walpoth, conversor de Urubichá. Como na serie anterior, o autor e mandante das fotografias  teve como objetivos ora a reprodução da vida cotidiana no interior de Urubichá, ora imagens dos Sirionó, um grupo que, como sabemos, hoje em dia praticamente desapareceu. A obra reúne também algumas fotografias de origem diversa, normalmente tomadas por viajantes europeus – civis e religiosos – que, em trânsito pela região, fizeram imagens recorrentes da população Guaraya ou Sirionó.

TítulPilar García JordánTítulo:

Pilar García Jordán

Unas fotografías para dar a conocer al mundo la civilización de la república guaraya

Títul o: Sumário (resumido)
Sumário
Primera parte
1. Los Guarayo, un grupo étnico-cultural
:ll de los orientes bolivianos
2. El estado, los Orients y las misiones
:ll franciscanas, 1825-1939
3. Una historia de las misiones franciscanas
:ll entre los Guarayo
4. La praxis misional en guarayos. La mediación cultural
:ll y la reconstrucción del espacio civilizado
5. Para una historia de la construcción
:ll de la república guaraya
:ll Sumário
Segunda parte
6 Una lectura de las series fotográficas de Guarayos
:ll o la construcción de una historia del espacio guarayo
Album de fotografías
Abreviaturas, bibliografía e índices (cuadros, gráficos
:ll mapas, planos, fotografías, onomástico)
Português | Español | English | Polski | Deutsch | Guarani | Links | Search
R$ 317,60