Menu >> Início | Quem somos | Catálogo | Comprar | Download de textos | Notícias | Contato

Título: La utopía reduccional de Moxos
Assunto: Missões jesuíticas, história da América do Sul,
Assunto: povos indígenas ameríndios,
Autoras: Wálter D'Aliá Abularach
Formato: 17x24
Número de páginas: 156
Editora: Verbo Divino 2008
ISBN: 9789990512663
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil

Wálter D'Aliá Abularach

La utopía reduccional de Moxos

Título:Introdução:

A pesquisa divide-se em três capítulos. O primeiro faz a leitura missiológica e antropológica do processo histórico e da cultura do povo Moxo, esquematizando o estudo em antecedentes da época pré-colombiana e na leitura redacional em que se apresenta a organização social, espacial, política e religiosa. Além disso são estudadas as expressões religiosas e os meios e técnicas de subsistência. Isto ocorre de tal maneira que permite mostrar de forma sinótica o estudo da cultura, cosmovisão e expressão do povo moxense no processo evangelizador, para poder afirmar ou não a continuidade histórica que ele viveu nas reduções jesuíticas.

O segundo capítulo analisa a cultura reducional após a expulsão da Companhia de Jesus de Moxos, mostrando tanto as consequências diretas e indiretas da mudança de administração religiosa e civil como as incoerências e os interesses particulares que primaram na direção das reduções. Isto levou a uma ruptura na cultura de Moxos e a uma série de insurreições. O esquema de estudo será o mesmo do primeiro capítulo, para poder apreciar as variantes no processo histórico e cultural de Moxos com a presença jesuítica e depois em Moxos com outros administradores. Por último se exporá uma sinopse de todas as etapas na vivência da cultura e se fará uma análise do Mito da Loma Santa, que se origina no meio da ruptura histórica e cultural sofrida pelo povo como expressão de sua constante busca de bem-estar material e espiritual.

O terceiro capítulo analisa a cultura reducional como modelo para a ação missionária da Igreja e passará pelo estudo da metodologia missionária que partiu do respeito e da retomada de expressões culturais como, por exemplo, as organizações sociais, políticas e religiosas, até descobrir e continuar vivendo os valores comunitários que estão de acordo com o Evangelho. Além de propor uma reflexão missiológica sobre este processo, propondo assim a revalorização do processo histórico e evangelizador nas reduções jesuíticas como modelo para a missão, ele as apresenta como um paradigma, graças à maneira como se deu e se viveu a missão em Moxos.

Título:Wálter D'Aliá

Título:Prólogo:

Mojos foi uma das missões mais importantes dentro do sistema missional dos jesuítas na América Latina. Os jesuítas chegaram primeiro como capelães, acompanhando as entradas de soldados espanhóis que tentaram “reduzir à civilização” as distintas tribos que viviam no território que levava o nome genérico de “Mojos”. Contudo, depois da forte resistência dos índios que nunca se renderam, os missionários voltaram mais tarde, mas desta vez sozinhos e sem o apoio das armas.

Na presente obra, Walter D’Alía cita e resume várias obras escritas por historiadores e antropólogos sobre as missões de Mojos. O autor, porém, não repete o que outros já disseram a partir das ciências seculares. Em vez disto, analisa a história das missões desde uma perspectiva teológica pós-vaticana. Para ele, Mojos constituiu o modelo de um processo evangelizador que foi pacífico, livre e duradouro.

Para apreciar este estudo é preciso situá-lo dentro de um debate maior, protagonizado por certos antropólogos e historiadores que apresentaram a evangelização dos povos indígenas da América como um atropelo aos direitos humanos e à sua identidade cultural. Lamentavelmente, em alguns casos, esta acusação corresponde à verdade. Mas no caso concreto de Mojos e de muitas outras missões jesuíticas na América, os índios abraçaram o cristianismo livremente, e juntos com os missionários forjaram uma nova identidade indígena-cristã.

Título:Jeffrey Klaiber, SJ – PUC Perú
Português | Español | English
R$ 177,00