Português | Español | English
Menu >> Início | Quem somos | Catálogo | Comprar | Download de textos |Notícias | Fórum | Contato

Título: Mil apellidos guaraníes
Subtítulo: Aporte para el estudio de la onomástica paraguaya
Assunto: Cultura guarani, linguística
Ano: 2005
Autor: León Cadogan
Apresentação: Bartomeu Melià
Formato: 16x22
Número de páginas: 116
Editora: Tiempo de Historia
Edição: 1
ISBN: 9789995381608
Compre no Brasil / Compre fora do Brasil

León Cadogan

Mil apellidos guaraníes. Aporte para el estudio de la onomástica paraguaya

Preço: R$ 96,00

Title: O que há em um nome? Para os guaranis, é nele que radica a própria essência de uma pessoa, sua alma, sua história e seu destino. Por isso, Mil apellidos guaraníes (Mil sobrenomes guarani), a obra-mestre de León Cadogan (1899-1973) – um dos etnógrafos paraguaios mais destacados – é muito mais que uma recopilação onomástica. É a obra-chave para antropólogos, linguistas e outros estudiosos das culturas indígenas sul-americanas. É também o reflexo de uma cultura e forma de ver o mundo.
Title: Esta nova edição, preparada e apresentada por Bartomeu Melià, enriquece a original de 1964 com contribuições importantes. Aos nomes, tal e qual registrados pelo autor, anexou-se uma versão atualizada segundo as normas ortográficas do guarani moderno. Também foram ampliadas e explicadas as referências originais do texto, e incluiu-se um apêndice com nomes guaranis, compilado pela pesquisadora francesa Capucine Boidin.
Title: O Mil apellidos guaraníes de León Cadogan, que poderia ser considerado trivial e ligeiramente quase uma curiosidade vã de um pesquisador ocioso, é, como afirma Melià na apresentação, a prova documental e exata da dimensão do desastre colonial que, ao mudar os nomes de pessoas, tirava a alma do guarani e mudava sua cultura de palavra inspirada.
Title: Ao resgatar do esquecimento alguns nomes que, após de serem manipulados e desnaturados durante séculos, foram praticamente suprimidos por decreto, a obra de Cadogan constitui um aporte fundamental para o estudo das origens e das transformações da sociedade paraguaia.

Ariapu [A Ryapu]: Trueno.
Aricayá [Arikaja]: Kaja en pãi, nombre personal femenino; en guayakí, tigre del cielo o firmamento.
Aricayé [Arikaje]: Probablemente, versión adulterada del anterior; o de Arecayé.
Aricu [Ari Ku]: A, ára, ári: Cielo, firmamento; ku: Allá lejos.
Aricuri [Ari Kuri]: Piñón (kuri) del cielo.
Aricutu [Arikutu]: ? Kutu: hincar.
Ariña: Cielo o firmamento Veloz.
Aripa: Fin del Firmamento.
Ario: Hoja o casa de Ari, pudiendo éste significar cielo, o posiblemente, tari, tariri, planta de la familia de las Pricamnias,
Title: nombre que no cita Montoya, pero que se conserva en la vernácula.
Aripiay: Pequeño Cielo Originario (arypy ai). Ver , Montoya, Tesoro: 22. No 2.
Arïpïy [Arypy'i]: Cielo o firmamento Originario: arypy, con la partículual de perseverancia, i.
(...)
Yaborai [Javorái]: Maleza, breñal.
Yaci [Jasy]: Luna.
Yacica [Yasyka]: Ver Yasucá.
Yacare [Jakare]: Caimán. Ocupa lugar destacado en el "Mito del que se prendó de la cerda", común a todos los grupos guaraníes.
Yacuri [Jaku Ry]: Agua del Faisán (-ry).
Yaguague [Jaguague]: Pelos de Jaguar (o perro).
Yaguani [Jaguani]: Jaguar Pequeño.
Yaguapi [Jagua Py]: Pata de Jaguar.
Title: (Mil Apellidos..., pp.42.82)